terça-feira, 16 de outubro de 2007

Distante

A distância diz tanto!
tudo é dito e desdito,
então edito, dia-a-dia,
um breve acalanto

nessa melodia melancólica
de sincero desencanto,
prezo o instante – preso, insistente –
em que ansiosamente, mas sem espanto,
assisto às suas asas (assaz em vão)
alçando longos vôos de déu em déu...
enquanto me espalho em pranto,
devaneios e desatinos e desisto:
já nem te quero tanto!

6 comentários:

Cacau disse...

Li seu comentário. Já percebi mesmo que estamos vivendo um momento parecido... vc é canceriana?

Adrielly disse...

"assisto às suas asas (assaz em vão)
alçando longos vôos de déu em déu...
enquanto me espalho em pranto,
devaneios e desvarios e desisto,
já nem te quero tanto."


Aim adorei tanto.
Algo parecido como,
queria tanto que perdeu a graça.
Porém não perde a graça assim tão fácil,
só depois do desespero você percebe
que não vale a pena, então aí desiste.
ADorei

;*

Adrielly disse...

"assisto às suas asas (assaz em vão)
alçando longos vôos de déu em déu...
enquanto me espalho em pranto,
devaneios e desvarios e desisto,
já nem te quero tanto."


Aim adorei tanto.
Algo parecido como,
queria tanto que perdeu a graça.
Porém não perde a graça assim tão fácil,
só depois do desespero você percebe
que não vale a pena, então aí desiste.
ADorei

;*

Adrielly disse...

Aim saiu duas vezes???
Nããããoooo.

Haa e sobre o lilás adoro também,
eu ia colocar rosa, mas rosa ia ficar,
tão GLS, e mudaria talvez o sentido do texto ,
pra quem entendesse assim,
talvez não mudaria mas entenderia melhor nãoo sei direito =S.

Eu sou tão nostalgica...
As vezes tao saldosista...
=S

Isso não é tão bom, mas pelo menos
eu valoriso os momentos bons que eu passei neam.
=))



;* grande

http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=10122763819708786784

add ae.

Adrielly Soares disse...

Eu de novo,
humpf,
pra falar sobre o lilás,
não sei se tinha reparado
o lilás ERA a cor da minha letrinha
no blog, agora eu mechi,
e num tá dando pra desmecher aki.
=S



;*

karina disse...

é... nem sempre tudo é o que parece ou o que sentimos.