quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

água

em dias de tempestade
a correnteza muda o rumo do mar
leva a menina que caiu da canoa
e nunca aprendeu a nadar
ela quase se afoga,
perde o ar,
mas luta bravamente,
se debate, esperneia,
tenta gritar

e ele nem nota

está navegando por aí,
outros mares, outra rota
sendo o norte de outra bússola
sem tempo de olhar à volta
e perceber o desespero da menina,
quase dando cambalhota
perdida, sozinha,
só uma gota
evaporando...


---------------------------------

Achei isso perdido no computador. Não sei bem qual era a idéia na época, mas, com a falta de criatividade que me assola, melhor do que nada. (será?!)
- não é que eu seja relapsa, sou enrolada mesmo. tenho um monte de coisas pra fazer e meu tempo nunca é hábil. impressionante a capacidade que tenho de me perder pelo meu mundo. mas um dia eu me encontro. e me atualizo -

7 comentários:

Karina Lerner disse...

oi, querida!
pelo menos viva vc está! :o)

bjs!

Fern. disse...

pra algo que estava perdido é bem significativo, assim como você! =D
Não se perca, atualize-se, sim! Pra gente ver mais dessa menina, sem se afogar...
E que "ele" note a menina no mar.

Adorei a idéia de ser norte de outra bússola...

Beijão!

Adrielly Soares disse...

Se encontre por perto pelo menos.
=)

Carol disse...

Delícia de poesia...adorei seu blog!

Beijão

Fern. disse...

Ah menina do mar
toma esta bússola
e colta pra cá!


beijos!

Fern. disse...

*volta


=P

Monique disse...

Oi Lu!!!
Gostaria de te perguntar uma coisa: você sabe como faço para transferir os arquivos do meu antigo blog para um novo que estou querendo montar?
Lembro uma vez que você até postou algo comentando sobre a dor de cabeça que teve na época para fazer isso. Tem como me dar uma ajudinha, se é que isso seja realmente possível de se fazer.
Beijo e obrigada.