sábado, 31 de maio de 2008

Parece

Parece que foi ontem
que comecei a te amar
no entanto,
já se passaram vários outonos
e primaveras e invernos e verões
Conheço os seus tiques, suas manias,
todos os defeitos da nossa relação
Como se fossem meus,
tiques, manias e defeitos,
e que na verdade o são.

Parece que foi ontem,
mas não.
Daqui a pouco vem outro sábado,
outro domingo, outra estação.
O tempo passa, as coisas mudam,
e você continua aqui,
neste meu coração.
Aqui.
Mudo, quietinho,
ajudando nas rimas fáceis
e afastando a solidão…



--------------------------------------

Esse texto tava aqui no computador há meses, esperando pra ver se eu o melhorava e postava. Já tinha me esquecido, econtrei-o por acaso, tanto acaso quanto um caderninho verde fluorescente pode sinalizar, e lembrei que devia até estar digitado, aguardando pacientemente por melhorias. E estava mesmo, o coitado. Só que não consegui pensar nas melhorias. Acho que falta uma rima lá no início e algo menos piegas do que "parece que foi ontem". Especialmente, ele merecia um título diferente. Essa coisa de o título ser igual ao primeiro verso é muito padrão-automático-do-word. Mas minhas mãos estão geladas e os dedinhos finos da criatividade parecem terem congelado junto. Se alguém pensar em algo melhor, agradeço. Agora chega, acho que estou tendo outra idéia. Bjins

4 comentários:

Fernanda disse...

Ai, querida, adorei seu último comnetário!Foi tão esclarecedor, me fez pensar num mundão de coisas!Vc tava tão inspirada naquele dia!
E quanto a esse, te digo o que meu primo me disse quando eu prestava vestibular: "a primeira resposta que vc pensa é a certa!"

foi isso que vc escreveu de prima, de cara.Tá certo assim!

Beijão!

Adrielly Soares disse...

Não não acho que eu seja capaz de deixá-lo melhor.
Está bom assim pra mim. x)
Coisas que permanecem.

;* menina

karina lerner disse...

oi, querida.

e essa outra idéia, veio mas não foi compartilhada aqui conosco? :o)

bjs, k.

obs: mudei de casa. me expulsaram do maiorabandonada.weblogger. estou postando agora no http://karinalerner.multiply.com

Fernanda disse...

Lu, xuxu, reapareça!Saudade da tua sanidade louca!
Beijão!